quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

VIDA EMPRESTADA

Nos corredores de minhas andanças por aí, vi muita gente assim. Gente que tem valores fixos, empregos fixos, que são infelizes mas são honestos, pagam as contas em dia, gastam às escondidas para que ninguém os julguem, ou se afastam de pessoas que gostam para não sofrerem, ou se descabelam no vício ao ser amado. Não amaram como deveriam, não transaram como deveriam, não aceitaram as próprias falhas como aprendizado e se permitem violar a vida do outro, tomando-a emprestada, porque a deles é infeliz e sem graça com picos de deleites "pecaminosos" como merecimento da aparência socialmente bem aceita .
Já caí nas teias de pessoas assim começando com um simples desabafo e descobri que se você desabafa com elas você deve fazer o que elas dizem, senão é melhor não abrir mais a boca com respeito ao assunto. 
Elas não aceitam críticas, não pedem perdão, nunca erram e para elas, elas são as melhores pessoas do mundo, um ser superior. Se apoderam de sua alma como poceiros de direito e se negas esse jogo, és definitivamente seu inimigo. 
Muitas mulheres solteiras ou divorciadas solitárias de idade balzaquiana ou mais avançada, com uma vida sexual infeliz, que tem estabilidade no emprego e falta de auto-estima, têm muitos livros de auto ajuda na cabeceira da cama e se devanescem nessa bruma de chumbo, fazendo um inferno a vida de amigos e familiares. Homens com uma vida sexual infeliz, ou um emprego que não os deixam felizes, também reproduzem esse escudo vivo em favor da manipulação.
São verdugos de uma sociedade condicionada aos padrões e são incapazes de ver o outro como um ser individual, com experiências únicas e passíveis de erros que não necessitam julgamento.
Abram os olhos, vampiros agem assim.
Dei alguns exemplos que conheço, mas toda regra tem excessão. Desculpem-me se generalizei, isso não é verdade absoluta é só minha experiência.
As pessoas erram, não seguem padrões, seguem suas necessidades, pedem desculpas, são de carne e osso e tem o seu espaço e opinião.


quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

O SAMBA ABACAXI DOS CORNOS

Porque todo homem que trai a mulher, quando essa desconfia e o coloca contra a parede, ele diz que ela é louca?

 Putz, isso dá dor no saco e não me estranharia saber que grande parte dos cânceres em mulheres fica por conta desses desgraçados.
Você tem um relacionamento estável (acredito eu) pelo pacote: beleza física, boa conversa, companheirismo, gostos semelhantes, cheiro, cama, ou outro motivo etéreo qualquer, tudo isso junto faz o seu par o SEU PAR.
 É claro que para realmente enxergar seu pacote, você precisou de um tempo e é claro também que no decorrer da sua vida, você vai conhecer pessoas com atributos que chamam a sua atenção ou até encontrar uma pessoa muito mais gostosa e atraente do que sua esposa, ou que junto com essa beleza tenha simpatia e outra coisa qualquer. Meu amigo, não se engane, pare por aí. Você tem um pacote todo lá na sua casa e você conhece seus defeitos e suas virtudes, se está feliz ponha um breque na sua cabeça de cima e de baixo, você pode perder o pacote de sua vida  e mais tarde ver que o que você pensava ser caviar é mamão dos fedidos.
 Se tem problemas com sua mulher, fale, desabafe com ela, seja seu amigo e amigo dela, procurando uma solução que seja coerente aos dois, tente outra vez, tente pela fé, tente por psicoterapia, tente e quando não der mais, faça um favor aos dois, mas faça isso pensando na relação e não no bundão da gostosa do escritório. 
 Não deu certo, separem consensualmente, viva sua vida e deixe ela viver a dela. Sem sacanagem, Zé Mané!
Isso vale para as mulhers também.

HOMOSEXUALIDADE e ARMÁRIOS

Nada contra, muito pelo contrário! Eu só queria entender.
 Me digam  o porquê do estereótipo de gay afetado ou a mulher que parece homem?
Porque todo mundo precisa saber nossa preferência sexual só em olhar para nós?
Porque vincular esse estereótipo 'a sua pessoa pra levar porrada, se sua preferência sexual só interessa a você e ao seu parceiro ou parceira?
Não fica muito na cara que você como pessoa humana fica em segundo plano e sua preferência sexual vem primeiro?
Socialmente falando eu acho que o preconceito não é bem a preferência sexual e sim essa entidade criada para a identificação entre os mesmos (eu penso).
Me expliquem por favor.
Na minha cabeça pessoas se apaixonam e se relacionam sexualmente com pessoas e vejo isso como normal.
Digamos que um gay se apaixone por um "bofe"  que tem preconceito com esse estereótipo gay...Não é melhor que ele o conheça e o admire ou até se apaixone primeiro pela pessoa que você é? 

APOIO, CONSOLO OU SEI LÁ.

 Quero incentivar aqui o leitor para que escreva suas histórias, desabafe, não precisa se identificar se você não  não quiser. Aqui ninguém vai julgar nada, as vezes nem responder, mas vão saber o que acontece com você. Vamos abordar vários assuntos como educação dos filhos, arte, política, homosexualidade e otras "cositas más".

"FAMÍLIA AVESTRUZ ASSASSINO"


 Porque tem gente na família que mete tanto o pau no parente por trás e pela frente aquela hipocrisia amarelada? 

 A gente nunca sabe o dia de amanhã. As vezes a mágoa é profunda, porque tem coisa amarela que não dá pra esconder tanto quanto você pensa. Não subestime a sensibilidade do outro. Se não pode falar bem, cale a boca ou converse diretamente com a pessoa.

 E o pior é quando você pergunta o que tá pegando...resposta - Imagine você, nada, credo como você é  paranóico! Putz, que merda! Daí a gente fica entalado, com fama de louco e paranóico. Pode? Um desabafo para a pessoa errada, pode jogar por terra toda a possibilidade de evolução da pessoa em pauta. Mães e pais, cuidado com as línguas! Isso mata! 
 Cansado de ser paranóico eu me afasto, me isolo. Daí eu fico com fama de separatista, fresco. Não sei se estou certo ou não, mas pelo menos tenho paz. O pior é quando você está naquela fase F... da sua vida que você está cheio de dívidas e sem dinheiro pra nada. Daí meu amigo...é F. mesmo.

PS. Me perguntaram porque do Título - " Família Avestruz Assassino"

Avestruzes acreditam que somente escondendo a cabeça em um buraco no chão ninguém vai poder enxergar o grande e emplumado bundão do lado de fora. É isso!

Assassino, porque palavras mal compreendidas, maledicência,  exclusão, mágoa podem matar por dentro e por fora.

"OPINIÚDO" começando com NÂO



 Porque tem gente que tem uma opinião ferrenha sobre tudo? 
 Até ter opinião, super legal, tudo bem, mas defender isso como verdade absoluta faz eu ver por essas bandas, que isso faz um estrago tremendo. - típico: você acaba de começar a contar uma experiência e o cara interrompe começando a frase com um NÃO bem grande e explica o fato por você vivenciado na visão DELE , as vezes tirando idéias da cartola ou simplesmente repetindo o que você falou. PUTZ! Que saco! O cara nem acaba de ouvir o que você tem a dizer, e com esse NÃO você já está errado em abrir a boca?

 Poxa, todo mundo fala em diálogo, que é preciso dialogar, mas não dá pra pegar leve pra que eu tenha prazer em falar com a pessoa, que pode até ser interessante, culta e inteligente ?
 Vai aqui uma sugestão  - primeiro escute, fale alguma coisa que mostre que você entendeu o ponto de vista da outra pessoa e depois um, eu penso que, ou um - você poderia interpretar de maneira diferente. Sei lá. Isso me enche o saco. Pode até ser que eu faça isso de maneira automática, pois a maioria age assim; numa guerra de NÃOS Divinos e Salvadores até mesmo em assuntos tão pequenos e a gente se condiciona, mas se faço isso; quero mudar. Perdão pra quem me acha um autêntico opiniúdo.

Debut

Faz muito tempo que penso em escrever esse blog, mas por falta de tempo acabei deixando pra lá. Mas o tempo e as experiências de vida que tenho passado ultimamente, foram urgentes em pedir esse espaço. 
Diante dessa urgência resolvi justificar o nascimento desse blog como um manual do questionamento da hipocrisia.